Qual insulfilme é permitido colocar no carro

Entenda como é autorizado o uso de películas automotivas, para saber qual o melhor para evitar problemas com a lei

29/01/2013 | por | em Carros, Veículos | 4,243 visualizações
insulfim-permitido-em-veículos-03

É muito comum atualmente o uso de películas nos vidros dos automóveis, muito conhecidas como Insulfilm, que na verdade trata-se de uma das várias marcas de fabricantes de películas automotivas. Os principais motivos para sua instalação são a segurança visual, pois as películas escondem o interior dos veículos para evitar que os ladrões vejam o que há dentro dos carros, além de contribuir também diminuir a insolação no interior, reduzindo assim a temperatura interna em até cerca de 75% e também para diminuir a entrada de luz.

Uma grande vantagem de alguns produtos que poucos conhecem: a proteção contra raios ultravioleta, que pode chegar à taxa de bloqueio de até 95%. Algumas novidades também são as películas blindadas, que impedem que os vidros se estilhacem em casos de tiros, impedem cortes na pele em caso de acidentes, e contam com proteção acústica contra os ruídos urbanos.

No entanto, muitas pessoas acreditam que a escolha da transparência é livre, podendo-se aplicar as famosas películas G5, com apenas 5% de transparência, em todos os vidros do veículo, mas não é bem assim. Segundo a legislação, resolução 254 de 26/10/2007 do CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito, o uso é permitido somente quando aplicado da seguinte forma:

Qual película posso colocar no carro

- De 28% a 100% para o conjunto dos vidros das laterais traseiras e o vidro traseiro;

- De 70% a 100% para o conjunto dos vidros das laterais dianteiras;

- De 75% a 100% para o pára-brisa (opcional)

Os produtos que possuem transparências menores que 28%, não são permitidos pela legislação. A utilização é opção exclusiva do consumidor por sua liberalidade de consumo. O uso incorreto da graduação de escurecimento rende uma multa grave, de 5 pontos na carteira, e valor de R$ 127,69.

Veja Também:
Deixe seu comentário sobre esta matéria. Participe!




Copyright © 2014 - Politica de Privacidade