Os seriados mais sacanas da TV

Confira a lista com os 8 seriados mais picantes da televisão

04/04/2013 | por | em Entretenimento, Televisão | 6,135 visualizações
jessica_true_blood

Provavelmente todo mundo já passou por uma das seguintes situações: estar na sala assistindo um filme ou uma série ao lado da vovó ou da irmã mais nova e pro constrangimento de todos aparecer do nada aquela cena de sexo com direito a gemidos e nudez; ou a antítese disso, ver TV sozinho no seu quarto e pensar que pela “qualidade” do elenco você vai realizar o seu sonho de ver aquela atriz ou ator sensual fazendo o que a sua irmã não podia ver e assim que os personagens começam a se beijar… acontece aquela elipse sem graça – de um beijo sem língua para o dia seguinte – de deixar a sua vozinha feliz e você na mão.

A lista seguinte foi feita pensando em você. Nela você já fica ciente do conteúdo exibido pra ir direto pro quarto, trancar a porta e abaixar o volume da TV.

Confira os seriados mais sacanas da atualidade.

8. Archer

Archer abre a nossa lista de seriados sacanas. Apesar de ser uma animação, o programa tem uma temática 100% adulta.

A comédia é uma sátira dos programas de agentes secretos e tem um visual de quadrinhos dos anos 60. Muitos a definem como uma história de James Bonde onde todo mundo está bêbado e sexualmente sem escrúpulos. Não é de estranhar que o cartoon mais sacana da TV está entre as séries favoritas dos jovens americanos.

Sterling Archer, com seu nada másculo codinome “Duquesa”, trabalha com sua dominadora mãe e chefe, Malory. Na série sempre encontramos cenas de nudez e sexo. Não escapa nem a quase idosa mãe de Archer, cujo passatempo é fazer sexo por telefone com seus colegas internacionais.

7. Girls

O seriado Girls gira em torno do fenômeno chamado Lena Duham. A jovem de 26 anos dirige, produz e estrela a atração. Muitos a consideram a voz da geração hipster e do gordinha pride. O que isso tem a ver com sacanagem? Muita coisa. Lena Duham não poupa ninguém do elenco das cenas mais quentes. Nem ela mesma, visto que protagoniza a maioria das cenas de sexo do programa.

Hannah, a personagem de Duham, é uma escritora iniciante que encontra inspiração em suas experiências de vida, inclusive as sexuais. Pelos padrões de beleza a garota pode ser considerada uma gordinha, mesmo assim, ela não tem vergonha do corpo; em quase todos os episódios aparece pelada mostrando as suas fofurinhas tatuadas.

Na série podemos encontrar Hanna usando o W.C., pregando band-aid nas nádegas ou experimentando sexo com médicos ricos, ex-viciados, garotos virgens do interior e supostos sociopatas. O bônus do seriado são as outras girls (Mernie, Jessa e Shoshanna) que também aprontam das suas.

6. Californication

Em Californication Hank é um escritor envolvido com o mundo do show business em Hollywood, vive de excessos e pode, sem dúvida, ser considerado o maior garanhão da TV.

Praticamente um tiozão, o viciado em sexo sempre tem ao lado uma gata que aparece em quase todas as cenas quentes da temporada. O pobre Hank Moody não consegue resistir às investidas das novinhas da Califórnia e sempre acaba cedendo. No fim eles terminam e Hank percebe que só quer ficar ao lado de Karen, a mãe de sua filha.

A série faz parte do canal Showtime, que assim como a HBO não fazem parte dos canais básicos da TV fechada nos EUA e, por isso, conseguem escapar da censura e rechear seus programas de conteúdo sexual.

5. House of Lies

House of Lies conta a história de uma empresa de consultoria comandada pelo inescrupuloso Marty Kaan, interpretado por Don Cheadle. Ele é capaz de fazer qualquer coisa para agradar seus clientes e sexo está incluído na lista.

Uma de suas expertises como consultor é seduzir suas clientes, ou as esposas de seus clientes e pra isso vale tudo, até mesmo a ajuda de sua namorada, garota de programa e bissexual. Em um dos episódios da primeira temporada ela aproveita a vulnerabilidade de uma bela loira, esposa de um concorrente de Marty, e a convida para uns amassos no banheiro de um restaurante.

Mais sacana do que Marty e sua namorada, só a sua ex-esposa Monica Talbot. Ela também é consultora e pega geral na disputa por clientela; faz a sua staff, seus clientes e até o próprio Marty.

Em House of Lies não sabemos se o sexo é uma ferramenta de trabalho ou se o trabalho é uma desculpa para o sexo.

4. True Blood

True Blood é a saga dos vampiros que lutam por um mundo em que possam gozar dos mesmos direitos civis dos humanos. Para evitarem a carnificina optam por tomarem a bebida de sangue sintético Tru Blood. A vampirada acha o produto tão repulsivo e uma das poucas diversões que restam na cidadezinha de Bon Temps é o sexo.

Ao contrário das outras séries que exploram principalmente a sexualidade feminina, em True Blood os homens sacaneiam em pé de igualdade: dos web porns do imbecil e viciado Jason Stackhouse na primeira temporada à bunda do vampiro Eric que praticamente virou a protagonista da séria na última temporada exibida.

True Blood já parece ter perdido o fôlego de suas primeiras temporadas e a exploração do sexo é a maior arma para segurar a audiência. Pelo visto está funcionando bem.

3. Game of Thrones

Com uma história lotada de personagens, Game of Thrones narra a luta de famílias poderosas pela coroa do reino de Westeros. Quando ficamos confusos com tantas famílias e personagens, aparecem corpos nus pra tirar a tensão.Concubinas ruivas, a realeza incestuosa e um anão garanhão fazem de Game of Thrones o programa com cara de Europa medieval mais sacana de todos os tempos.

Abaixo confira uma breve estatística do que as duas primeiras temporadas reservam pra audiência:

Parceiras sexuais por cor do cabelo:

  • 17 cenas com ruivas
  • 10 cenas com morenas
  • 9 cenas com loiras

Dinâmica dos relacionamentos:

  • 13 cenas de sexo consensual entre héteros
  • 9 cenas com prostituas
  • 3 cenas de incesto
  • 3 cenas entre gays
  • 1 cena de sadomasoquismo

É pouco ou quer mais?

2. Shameless

Shameless é a história da disfuncional família de Frank Gallagher, pai solteiro de seis filhos. Enquanto ele passa os dias bêbado e drogado, seus filhos aprendem a cuidar de si mesmos. E qual esporte que essa filharada solta no mundo mais gosta de praticar?

Fazendo jus ao título da atração a sem-vergonhice prepondera em Shameless. O segundo lugar da nossa lista se deve ao fato  do programa ter mais cenas de sacanagem por minutos do que as séries previamente citadas. A maior parte dos  personagem estão envolvidos em tramas sexuais: a irmã mais velha Fiona e seu romance com o trapaceiro Steve; o revoltadinho Lip e sua paixão pela ninfomaníaca Karen; Ian e sua relação perigosa com o criminoso Mikey; Frank, o gigolô e pai da família que é capaz de qualquer coisa por uns trocados; entre outros.

Esta é uma das séries mais subestimadas da TV – inteligente, engraçada, bem escrita, e com bons atores em seus papéis, fazendo da família Gallagher a mais realista da televisão.

 

1. Spartacus

Spartacus é uma série de ação e visual parecida com as graphic novels. Tirado de sua terra natal e arrancado do convívio da mulher amada, o herói é condenado a viver no mundo brutal da arena, onde o sangue e a morte são as principais diversões do povo.

A série consegue retratar com intensidade as famosas orgias e perversões que os romanos praticavam na época que precedia a moral cristã. Apesar de não ter uma estatística, provavelmente 80% dos personagens da série andam nus ou seminus. E uma coisa sempre leva a outra, não é mesmo? Os poderosos romanos coagem seus escravos e promovem bacanais regrados a muito vinho.

Este é o seriado mais sacana da TV atualmente, pois ao acompanhar a atração você percebe que na vida há 3 certezas: a morte, o show de fim de ano do Roberto Carlos e muita sacanagem em todos os episódios de Spartacus.

Veja Também:
Deixe seu comentário abaixo:




Copyright © 2014 - Politica de Privacidade