DPVAT – Seguro Obrigatório

Saiba tudo sobre o DPVAT, o seguro obrigatório brasileiro que todos os veículos auto-motores precisam pagar anualmente. Saiba também quando você pode receber o DPVAT.

27/09/2012 | por | em Carros, Veículos | 2,606 visualizações
dpvat_seguro_obrigatorio

Para quem possui algum tipo de veículo automotivo já esta acostumado a pagar anualmente o DPVAT, e para o ano de 2013 esse valor pago pode aumentar. Atualmente ele é pago em parcela única junto com o IPVA.

Devido ao volume de indenizações pagas pelo governo às vítimas de acidentes que chegou a ultrapassar o valor de 1,2 bilhões de reais em 2012, aumento de 31% em relação ao ano de 2011. Em 2013 o valor pago por esse seguro obrigatório pode sofrer um aumento. O valor é variável pelo tipo de veículo do condutor, sendo o valor mais alto pago pelos proprietários de motos, devido aos números de acidentes dessa categoria.

O que é o DPVAT:

O DPVAT – Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres – é um seguro criado em 1974, desde então obrigatório, visando indenizar as vítimas de acidentes causados por veículos que possuam motor próprio, automotores e que circulam por terra ou por asfalto.


Independente de quem é a culpa, todos os cidadãos têm direito ao DPVAT, sejam eles motoristas, passageiros ou pedestres, vítimas de acidente de trânsito provocado por veículos automotores de via terrestre, ou por sua carga em qualquer parte do Brasil. São três os tipos de coberturas que garante: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médico-hospitalares, devidamente comprovadas.

Quem tem direito de receber o DPVAT?

O DPVAT garante o direito de indenização às vítimas de acidentes de trânsito, por morte e invalidez permanente total ou parcial, além do reembolso das despesas médicas e hospitalares. Não entram nas indenizações do DPVAT os prejuízos de bens materiais, oriundos de roubo, furto, multas, acidentes fora do território nacional, colisão e incêndio ocorridos com o veículo, nem despesas decorrentes de ações judiciais movidas contra quem causou, voluntariamente ou não, o acidente.

O valor da indenização é baseado no percentual da incapacidade da vítima, previstas na tabela das Normas de Acidentes Pessoais. No caso de morte o valor pode chegar até R$ 13.500,00, invalidez permanente até R$ 13.500,00 e os reembolso de Despesas Médicas e Hospitalares até R$ 2.700,00. O prazo máximo para entrar com o pedido de indenização é de até 3 anos.



Mais informações, visite o site abaixo:

http://www.dpvatsegurodotransito.com.br/

Veja Também:
Deixe seu comentário sobre esta matéria. Participe!




Copyright © 2014 - Politica de Privacidade